Os corpos, os gestos, pensamentos, emoções, desejos, direitos e responsabilidades entram numa fase de transição onde os elementos mais infantis vão aos poucos cedendo lugar a uma nova identidade.

Período de novas experiências, dúvidas, ilusões, ousadias, conquistas internas e externas marcam uma nova forma de ser e estar no mundo. 

É na adolescência que surge o desejo de estabelecer novos laços fora do âmbito familiar. Nas relações com os amigos, parceiros, amores ou paixões o adolescente passa a compartilhar visões e pensamentos que vão aos poucos diferenciando-o dos pais e reafirmando assim a sua singularidade. 

Há alguns comportamentos e fatores que são constantemente observados no adolescente como a impulsividade, a rebeldia, a excessiva exposição ao risco, ideias transgressoras, consumo de drogas, bebida, etc. Nessas situações, muitas vezes os pais questionam-se sobre como lidar com o adolescente sem interferir negativamente no desenvolvimento do mesmo.
A Psicoterapia tem a proposta de oferecer um espaço “neutro, com uma escuta específica e atenta de um profissional que é o Psicólogo para que o adolescente se possa sentir á vontade para falar de suas angústias, desejos, anseios, medos, ideias e dúvidas, buscando compreender questões que normalmente surgem nesta fase do desenvolvimento. O trabalho psicoterapêutico abre espaço para o adolescente pensar sobre essa nova condição de existir e para sentir-se acompanhado neste momento de tantas mudanças, o que pode possibilitar um amadurecimento e desenvolvimento pessoal.

A intervenção psicológica visa uma transição adequada à vida adulta, resolvendo os conflitos que vêm da infância ou que surgem nesta fase, no intuito de uma vida adulta saudável e harmoniosa.

São causas frequentes de pedidos de consulta para jovens
  • Problemas de comportamento
  • Problemas relacionados com o insucesso ou integração escolar
  • Problemas relacionados com o consumo de substâncias (droga, álcool etc.)
  • Problemas alimentares
  • Problemas relacionados com o corpo e imagem corporal
  • Problemas depressivos
  • Problemas ansiosos
  • Problemas ligados à sexualidade
  • Enurese